Apetite para Aprender Vem com a Comida

Uma pesquisa encomendada recentemente para o lançamento do Festival de Aprendizagem no Reino Unido revelou que quase dois quintos (39%) dos adultos gostariam de ser melhores cozinheiros e padeiros.

Mas não é só no Reino Unido que a aprendizagem em torno da cozinha está presente e nem sempre visando a formação de profissionais da área.

Falamos aqui, também do Projeto ALCE - Apetite para Aprender Vem com a Comida – (Projeto Grundtvig) que, tem como objetivo geral, promover o diálogo intercultural e intergeracional mas através da forma de cozinhar dentro de um grupo de mulheres indígenas e migrantes pertencentes a diferentes grupos etários (jovens e 50+).

O que as pessoas querem aprender no Reino Unido

Uma pesquisa encomendada recentemente para o lançamento do Festival de Aprendizagem no Reino Unido revelou que quase dois quintos (39%) dos adultos gostariam de ser melhores cozinheiros e padeiros. Metade (50%) dos entrevistados disseram que estariam preparados para aceitar um curso que lhes permitisse melhorar as suas competências nas áreas que gostavam de aprender, com seis em cada dez (60%), entre os 25 e os 34 anos, interessados em frequentar um curso.

Aprendizagem é "parte de quem somos", disse o presidente-executivo NIACE David Hughes.

"Isso mostra o quanto todos nós queremos aprender coisas novas... mas também mostra que as pessoas precisam de ajuda para encontrar onde e como aprender."

As 10 competências mais referidas, que as pessoas gostariam de aprender são:

1. Culinária e panificação (39%)

2. Tocar um instrumento musical (23%)

3. Aprender uma língua ou línguas (21%)

4. Cantar (17%)

5. Fotografia (15%)

6. Dança (13%)

7. Faça Você Mesmo (13%)

8. Arte (11%)

9. Jardinagem (11%)

10. Escrita Criativa (11%)

O Festival NIACE de Aprendizagem que visa comemorar e promover as muitas oportunidades de aprendizagem disponíveis, reúne a comunidade mais ampla da educação e das competências, incluindo empregadores, instituições de caridade, organizações profissionais e departamentos governamentais.

O Festival de Aprendizagem realizar-se-á, no ano de 2015, a partir de 1 de Maio, culminando na semana dos aprendentes adultos, entre 13 e 19 de junho.

Pode ler esta notícia em inglês aqui: https://ec.europa.eu/epale/en/content/cooking-and-baking-are-top-skills-uk-adults-want-learn

 

Projeto ALCE -Apetite para Aprender Vem com a Comida

ALCE Appetite for Learning Comes with Eating - Apetite para Aprender Vem com a Comida é um projeto de dois anos Grundtvig Multilateral no âmbito do Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida, que envolveu cinco parceiros: CESIE (Itália), MEH- Merseyside Expanding Horizons (Reino Unido), VM-Verein Multikulturell (Áustria), Elan Interculturel (França) and SIC- Senior Initiative Center (Lituânia)

O projeto ALCE promove a transmissão do património imaterial na forma de tradições culinárias e remédios curativos, tendo em conta três dimensões: espaço, tempo e relacionamentos. Numa altura em que as tradições gastronómicas estão cada vez mais sendo negligenciadas em favor de alimentos de conveniência e trazendo uma série de problemas de saúde pública e perca de interação social, o objetivo aqui é redescobrir alimentos através de convívio, cozinha de ritos e rituais. "As mulheres são fundamentais para a manutenção e vitalidade do património cultural e diversidade em todo o mundo. Os seus papéis em relação ao património imaterial são de particular importância.

Principais objetivos do ALCE:

- Promover a integração dos grupos sociais sujeitos a discriminação múltipla.

- Promoção da aquisição de competências essenciais através de processos de aprendizagem não formal.

- A promoção do diálogo intercultural e intergeracional.

- Trocar tradições culinárias e métodos curativos naturais.

As sessões de aprendizagem:

- Troca de conhecimentos sobre comida, tradições culinárias e métodos de cura.

- Organização de eventos culturais.

- A criação de um livro de receitas.

- Estabelecer princípios para a partilha de conhecimento intercultural e intergeracional efetivos.

Grupos-alvo do ALCE:

- Mulheres idosas nativas.

- Jovens mulheres migrantes.

- Formadores.

 

Em Junho de 2014, a Associação ELAN INTERCULTUREL, apresentava assim uma oficina que conjugou a comida com as relações interculturais organizada pelo projeto ALCE.

“A nossa oficina começou há alguns meses, num centro social do bairro. Durante o primeiro curso, os participantes encontraram-se e tiveram a oportunidade de se familiarizar com o programa e as atividades. Cada participante foi capaz de evocar as suas origens e apresentar o seu país. Desde o início, a atmosfera foi calorosa; os formandos comunicavam facilmente entre si e pareciam encantados de participar nesta experiência.

Na segunda reunião, os participantes levaram comidas que tinham preparado para partilhar com os outros. Duas mulheres levaram os utensílios e os ingredientes muito específicos que costumam utilizar na preparação de seus pratos (ingredientes como pimentão ou bolinhos de batata...). Uma participante colombiana impressionou-nos, trazendo um bolo típico que todos nós podemos saborear. A maioria das receitas foram escolhidas pelos participantes porque as apreciavam - lembravam-lhes a sua infância e o seu país de origem. Referindo-se às preferências alimentares de cada participante, as mulheres foram capazes de descobrir outras culturas e tradições culinárias. Os participantes foram divididos em 5 grupos numa perspetiva cultural e geracional muito heterogénea. A transmissão de conhecimentos encontrava-se assim bem otimizada. Cada grupo teve que inventar uma nova receita com base em ingredientes retirados das tradições culinárias dos diferentes membros do grupo. Todos os grupos formados, tiveram, portanto, de inventar um prato novo e dar-lhe um nome atraente. A sessão de cozinha excedeu as nossas expectativas. Os pratos preparados estavam saborosos, as receitas originais e a maioria dos participantes parecia realmente desfrutar do processo criativo...”

Pode ler a notícia em francês aqui: http://elaninterculturel.com/main/formation-interculturel/alce-une-experience-delicieuse/

 

Site do Alce disponível em cinco línguas(inglês, francês, italiano, alemão e lituano)

http://www.appetiteforlearning.eu/

Facebook

https://www.facebook.com/appetiteforlearning.eu

 Youtube

Tópicos: Tags: