Divulgação e Orientação da Aprendizagem ao Longo da Vida

Em abril, a EPALE - Plataforma Eletrónica para a Educação de Adultos na Europa, que este mês celebra o seu terceiro aniversário, irá concentrar-se na divulgação e orientação da Aprendizagem ao Longo da Vida. O objetivo da EPALE é recolher e apresentar exemplos de boas práticas de políticas de divulgação, e de projetos e iniciativas para ampliar a participação na educação de adultos.

Para recolher artigos interessantes, recursos úteis e estudos de caso inspiradores sobre divulgação e orientação de Aprendizagem ao Longo da Vida criou recentemente uma página temática sobre este tópico.

Divulgamos também, aqui na Aprender, um artigo sobre três projetos que exploram formas de envolver idosos desfavorecidos nos Museus Nacionais da Irlanda do Norte.

Ser capaz de alcançar grupos desfavorecidos ou sub-representados não é suficiente para garantir a participação. Esses potenciais adultos aprendentes precisam de receber orientação adequada para os ajudar a participar na aprendizagem ao longo da vida e a alcançar os melhores resultados no processo.

É por isso que a EPALE criou recentemente uma página temática sobre o tópico. Ainda é recente, mas a EPALE espera que, com a sua ajuda, possa recolher artigos interessantes, recursos úteis e estudos de caso inspiradores sobre divulgação e orientação. Para partilhar a sua história, descobertas ou recursos do projeto, basta fazer login na sua conta (o registo é gratuito), visitar a página temática e Divulgação e Orientação e clicar em "Criar conteúdo". Alternativamente, pode contactar a sua equipa EPALE nacional para apoio.

Em: https://ec.europa.eu/epale/node/55796

Caso seja um profissional de educação e formação de adultos (formal, não formal ou informal) e disponha de recursos nestas matérias ou eventos já agendados sobre as mesmas, poderá partilhá-los, efetuando um registo como utilizador da EPALE, através do site: www.ec.europa.eu/epale , e inserindo a informação nos campos correspondentes.

Para mais informações ou apoio, poderá contactar o Serviço Nacional de Apoio, através do email: epale@anqep.gov.pt .

 

Envolver os idosos ativamente nos museus

Autor: Jane Williams, responsável pelo Sector de Educação dos Museus Nacionais da Irlanda do Norte

Nos Museus Nacionais da Irlanda do Norte (NMNI), na última década, tivemos a sorte de contar com o apoio do Big Lottery Fund para três projetos que exploram formas de envolver idosos desfavorecidos nos nossos museus.

NMNI consiste em três locais únicos: o Museu Popular e do Transporte de Ulster, o Museu de Ulster e o Parque Popular Americano de Ulster. Através destes locais, apoiamos e apresentamos coleções inspiradoras que refletem a criatividade, inovação, história, cultura e as pessoas da Irlanda do Norte e do estrangeiro.

O nosso foco tem sido nas pessoas que normalmente não visitam museus. Existem barreiras bem estudadas para pessoas com mais de 50 anos, tais como custo, transporte, saúde e mobilidade, e a perceção de que os museus não são para eles. Nos nossos três projetos decidimos quebrar algumas dessas barreiras.

Vive e Aprende

O nosso primeiro projeto, Vive e Aprende, focado na divulgação – levando objetos, atividades e conhecimentos para uma variedade de grupos comunitários – que oferece oportunidades de trabalho voluntário e intergeracional. Descobrimos que meia dúzia de sessões, incluindo uma visita com transporte ao museu, permitiu que os grupos percebessem que os museus ofereciam muito com que eles podiam interagir e desfrutar.

"É estimulante estar num ambiente diferente"

"Gostei muito das pinturas. As cores levantaram-me o humor”

"Aprendi algo novo hoje – um dia brilhante"

"O projeto aproximou-nos mais"

Casa do Tesouro

O nosso segundo projeto, Casa do Tesouro baseia-se nesse modelo de engajamento, mas responde a alguns do feedback que tivemos de Vive e Aprende: as visitas a museus foram sempre realçadas e o comentário mais repetido nos formulários de avaliação foi "queremos mais".

Então, formámos uma parceria com uma associação local de alojamento, a Clanmil, que queria desenvolver mais atividades para os seus inquilinos ‘alojados’ ou ‘independentes’. Oferecemos aos grupos de inquilinos dez sessões mensais por ano durante os cinco anos do projeto, e também é fornecido transporte para os museus. Como sempre, as nossas coleções são o estímulo, e a criatividade e engajamento ativo são essenciais. O impacto sobre os inquilinos individuais é evidente, com as pessoas a ganhar confiança e competência à medida que se apoiam na aprendizagem existente, mas também aprendem coisas novas. O impacto mais marcante tem sido na dinâmica de grupo, pois a experiência partilhada cria grupos sociais mais coesos dentro dos esquemas habitacionais.

"Amo o museu. A oportunidade de ver coisas maravilhosas e saber tudo sobre elas!”

"Faz-nos sentir como uma verdadeira pessoa"

"Eu gosto de fazer artesanato, de conhecer pessoas, de fazer e aprender coisas novas"

Viva Bem

O nosso terceiro projeto, Viva Bem, que começou há um ano, é financiado pelo fundo de financiamento da Lottery’s Accelerating Ideas e está em parceria com a Tyne and Wear Archives and Museums, uma área com semelhanças com a Irlanda do Norte. Vimos como os nossos programas tiveram um impacto muito positivo no bem-estar, por isso estamos a colocar no centro de nossos programas ‘5 Maneiras de Bem-estar’, garantindo que elas ofereçam às pessoas oportunidades de Continuar a Aprender, Prestar Atenção, Ligar-se, Oferece e Ser Ativo.

Sabemos que podemos fazer com que as nossas coleções e conhecimento – seja em costumes sazonais ou georgianos, têxteis ou arte moderna – sejam relevantes e interessantes para uma ampla variedade de grupos, e estamos a pensar em como podemos alcançar mais pessoas com menos recursos. Voltámos ao modelo de divulgação que nos permite engajar uma ampla gama de comunidades, com o objetivo de inspirar as pessoas a dar novos passos por si próprias, desde o desenvolvimento de novos interesses até se tornarem visitantes independentes do museu. Oferecemos workshops de acompanhamento e tardes livres gratuitas aos maiores de 50 anos em todos os nossos três museus.

No próximo ano, para divulgar nosso aprendizado, faremos parcerias com museus regionais na Irlanda do Norte e com a Tyne and Wear para implantar o programa Live Well, além de produzirmos um kit de ferramentas on-line.

Para saber mais, visite https://nmni.com/home.aspx

Em: https://ec.europa.eu/epale/en/blog/engaging-older-people-actively-museums 

 

Visite a EPALE regularmente, para descobrir novos conteúdos!

https://ec.europa.eu/epale/pt/ (link is external) (em português)

 

 

 

 

Tópicos: Tags: