Investigações

A educação de adultos é aquela educação que atormenta decisões teóricas e políticas.
A educação, formação e aprendizagem de adultos necessita, urgentemente, de um conceito robusto, claro e adaptado aos actuais modelos heuréticos. Pedangrogia é o que vos proponho, caso contrário, iremos continuar a seguir a uma desarticulação entre a teoria e as políticas educativas na educação de adultos, como a seguir vos apresento sob a forma de um mapa conceptual.

Apresentar uma inovação prática à luz do que foi reflectido, é saber respeitar todo o trabalho histórico-teórico e principalmente as pessoas envolvidas nas organizações internacionais e nacionais, no entanto, é nosso entendimento que a inovação deve partir de dentro para fora, dito por outras palavras, do local para o global. O sistema inovador será composto por um cartão inteligente através da tecnologia de Identificação por Rádio Frequência (RFID).

No presente working paper viaja-se pela história da educação de adultos a partir da intervenção de entidades como a UNESCO, a OCDE e a União Europeia. Caraterizam-se os dois principais paradigmas neste campo, nomeadamente a Educação Permanente e a Aprendizagem ao longo da Vida.

A presente investigação teve como principal objectivo a análise das lógicas de acção inerentes às ofertas de educação e formação, frequentadas por adultos pouco escolarizados.

Neste trabalho, parte-se do princípio que a categoria social dos “adultos pouco escolarizados” engloba uma grande heterogeneidade, incluindo pessoas com idade, nível de escolaridade, situação face à actividade profissional e competências de literacia muito distintas.

O presente estudo foi desenvolvido na área de Educação de Adultos e teve como finalidade compreender como os adultos ocupam os seus tempos livres e o peso da televisão nos mesmos. Ao longo do nosso trabalho procurámos fundamentar teoricamente os conceitos de educação de adultos, de tempo livre e de ócio/lazer.