O que é a Associação Direito de Aprender

Em Portugal a educação de adultos foi sempre o “parente pobre” das políticas e sistemas de educação, devido, em grande parte, à inexistência de um movimento social capaz de afirmar a sua relevância cultural e estratégica. 

Assim, várias pessoas envolvidas nas mais diversas práticas de educação e formação de adultos tomaram a iniciativa de criar a Associação “O Direito de Aprender” para promover e debater a educação/formação como um direito inalienável das pessoas adultas. 

Um dos primeiros passos desta Associação será a criação da revista “Aprender ao Longo da Vida” para divulgar e promover projectos relacionados com a educação/ formação de adultos e para implementar uma rede nacional dos que trabalham e se interessam por estes domínios, nos mais diversos quadrantes. 

A Associação tem como principais objectivos:

  1. Promover a educação/formação como um direito inalienável das pessoas adultas, entendida como um instrumento de emancipação que permita promover em permanência o desenvolvimento pessoal, a coesão cultural e social e a participação cívica. 
  2. Produzir e distribuir publicações que divulguem e promovam actividades e experiências no âmbito da educação e formação de adultos, designadamente uma revista periódica que sirva de veículo privilegiado de comunicação entre as pessoas envolvidas na educação de adultos. 
  3. Elevar a visibilidade das boas práticas nestes domínios, identificar e debater problemas comuns e analisar e propor estratégias – nacionais, regionais e locais – visando o desenvolvimento da educação/formação de adultos, através de sessões públicas, seminários e colóquios. 
  4. Promover prioritariamente a formação de formadores/ animadores de adultos, tendo em vista a sua contínua formação pedagógica, cultural e técnica. 
  5. Estabelecer intercâmbios com associações, universidades e organismos nacionais ou estrangeiros que prossigam os mesmos objectivos.